A Sociedade Recolectora

A Sociedade Recolectora

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

As Civilizações dos Grandes Rios

A civilização dos grandes rios

Nas regiões do Egipto, no Médio Oriente, na India e na China existem regiões banhadas por grandes rios onde as terras são férteis e o clima favorece a prática da agricultura.
Foi nestas regiões que s desenvolveram as primeiras civilizações: a Suméria, a Egípcia, a do Vale do Indo e a do Vale do Rio Amarelo à cerca de 6000 anos.

                Como surgiram as primeiras cidades?
A partir das aldeias neolíticas surgiram as primeiras cidades.Nestas aldeias a população vivia da pastorícia e da agricultura.Em algumas regiões, as terras eram mais férteis, podendo-se produzir mais, assim houve um desenvolvimento de algumas aldeias.
    As razões que contribuiram para o desenvolvimento e crescimento das aldeias foram:
      - A localização geográfica em vales junto aos grandes rios que regavam e fertilizavam as terras;
      - o desenvolvimento das técnicas de cultivo;
      - a descoberta da metalurgia que permitiu o fabrico de instrumentos em cobre, bronze e ferro, mais resistentes e eficazes no trabalho da terra.

   
 Passou assim, a haver uma sociedade estratificada – é uma sociedade dividida em diferentes grupos sociais que se destiguem uns dos outros pelo trabalho que exercem, pela riqueza que possuem e pela influência ou poder que têm dentro da comunidade.

   Outra consequência do aumento de produção foi o facto de algumas pessoas se pudessem dedicar a outras tarefas, especializando-se em outras actividades, como o artesanato. As aldeias neolíticas cresceram, transformaram-se em aglomerações urbanas, surgindo muitas cidades, algumas com milhares de habitantes, surgiu assim a revolução urbana.
   As cidades passaram a ser os centros de economia, ali se realizava o mercado, ali se localizava os templos e o palácio do chefe.
   A divisão do trabalho, as diferentes funções e a acumulação de excedentes, fez com que houvesse diferenças entre as pessoas. A riqueza de cada um e a função que exercia levaram á formação de uma sociedade estratificada. A figura mais importante era a do rei, depois os sacerdotes que tratavam do culto aos deuses, os guerreiros que defendiam a cidade e os altos funcionários do rei. Seguiam-se os artesãos, depois os camponeses e, na base da sociedade, os escravos.
   Nestas sociedades, o chefe tinha um poder sacralizado, ou seja, acreditava-se que o chefe governava em nome dos deuses e era considerado um deus.
   O que levou ao desenvolvimento de formas de cálculo e á invenção da escrita foi a administração das cidades que era cada vez mais complexa. Era necessário conseguir controlar as trocas comerciais, administrar o palácio e os templos. Os escribas, passaram a ter uma importância na sociedade.
     A invenção da escrita foi de tal forma importante, que marca a passagem das sociedades da Pré-história para a História.

                                     Pirâmide Social



Sociedade Estratificada – é uma sociedade dividida em diferentes grupos sociais que se bdistinguem uns dos outros pelo trabalho que exercem, pela riqueza que possuem e pela influência ou poder que têm dentro da comunidade.

Escrita – a escrita apareceu pela primeira vez na Suméria – com o código de Hamurábi, marca a passagem da Pré-História para a História.

                  Civilizações:

  • Egípcia: Rio Nilo;
  • Suméria: Rio Tigre e Eufrates;
  • Vale do Indo: Rio Indo;
  • Vale do Rio Amarelo: Rio Amarelo.

1 comentário: